iinsana #17 | 90º Graus

O que é capaz de acontecer ao longo dos dias ?! Como você mensura a sua vida e o impacto de cada evento?! Você vivenciou a idade (real) que diz ter, ou tem a carga extra de mais vidas?! Seu giro é de 90°, 180° ou 360°?! Quantas vezes você parou no mesmo lugar, acreditando estar dando uma volta na sua vida, quando na verdade andou girou tanto que parou no mesmo lugar?!

É quando aproximadamente 15 anos de escolhas  desmoronam diante dos seus olhos, virando cinzas e renascendo a cada segundo que compõe o nascer de um novo dia. Eis que a (grande) verdade é que ainda não te descobri ... E fico aqui pensando no tanto de coisas que você me mostrou, me deu e me tirou. Que teia foi essa de eventos, que nos levaram a chegar até esse “ponto”?! Julguei se tratar do fundo do poço, mas podemos (agora) chamar de “o momento”?!

Claro que de todas, você é a mais nova, mas não menos intensa, meu Deus, quanto coisa se atrelou aquelas idas e vindas, havia tanta vida (e expectativa)  naquela ponte aérea, em meio aqueles terminais. Era maio de 2014 quando contemplei teus arranha céus e pensei: “eu tenho um mundo (o teu) pra descobrir e conquistar”. Tudo tão imenso, caótico, cinza e ao mesmo tempo tão fascinante e colorido.

Resolvi beber o canto da sereia de cauda verde (justo eu, que detesto cafeína), comi pastel para substituir a mortadela e pedi maionese, katchup e mostarda para afrontar teus costumes bestas de massa, queijo e tomate. Como era fria, gelada e profunda naquela noite.

Mas o sol daquele final de semana nasceu no oriente, e com ele teus gostos e sabores peculiares. E tu foi cor, auto - estima e um jeito novo de encarar aqueles olhos castanhos de toda manhã, vieste comigo, em forma e cor. Trouxe na mala a solidão e a conquista de uma profissão, mas levou contigo aquelas rosas vermelhas de amores que nunca me dei a chance de experimentar.

Mas houve trabalho, muito trabalho e muito mais vezes de ti. E sentindo aquele arrepio que só experimento quando meu corpo é tirado do solo e flutua para te encontrar, eu voltei para toda tua imensidão e caos. Dessa vez você era memória exalando amores antigos, e eu era liberdade.
Em algum lugar do “Ó”, naquele julho tu era vontade, desejo antigo, era insistência, cantada barata e beijo roubado na chuva, lá tu traçava lentamente (como teu trânsito mais caótico do rush) o início do meu fim. Roubaste meus olhos, não enxerguei. Meu corpo alertava, eu ignorei.

E eu era força, beleza e encantamento para tua boca. Eu era garra, persistência e curvas aos teus olhos. Conheci tua força em forma de mar e teu amor na forma “do voar”. Eu brilhava, trabalhava, lutava, evoluía e experienciava o auge do que acreditamos se tratar de realização e felicidade, que tolice.

Você foi amor que voltou, foi desejo atendido que  virou frustração, foste novamente  solidão. Eis que tu resolveu pegar minha mão, já estávamos nos entendendo, sabia que tuas chuvas eram passageiras,que teu caos era momentâneo e que teu colorido era(mais) intenso, que tuas experiências eram únicas, eis que me joguei naquela “montanha russa” que era tua realidade, perdi o medo de estar em você todos os dias. E você foi, novamente o início do fim.

Desse dia em diante, mal sabia eu que tu seria a morte (para ali na frente virar ressurreição). Foste amor, decepção, mentira, falta de empatia, carinho e caráter, foste falta de verdade, e eu pensava justo tu que tanto me atraiu para toda tua imensidão?! Porque me fez perder o chão?!

Chegou o momento de te redescobrir em mim, e como tu é linda. É força,  comprometimento, carinho,  amor, coragem, fé, energia, gratidão, sinergia, desafio, resiliência e desejo!! Tu é Fênix ... somos nós duas!! Forças capazes de mover o mundo, seja ele qual for (de quem for).

Tuas ruas os meus caminhos; tuas distâncias os meus desafios;  tua garoa meu sofrimento, teu calor minha força, e tuas cores e rostos minha paz interior.Tu é a metáfora perfeita, me destes as cinzas, para que pudesse me ver Fênix, e voar inteira para os teus braços outra vez.

iinsana #16 | Oh bebê, não adianta, você nunca será eu!!!

Gatinha, encare a realidade, você nunca será eu!! Aliás, ele provavelmente nunca me esqueceu também!!

Ok!!! Entenda que pra entrar nesse tema eu não ando por aí catando nada (eu tenho mais o que fazer, a fila anda e a roda gira). As pessoas veem as coisas, reparam e acabam te mostrando no melhor estilo "Migaaa, sua loka!!! Tu viu isso/aquilo?!", e aí que eu não consigo entender a fascinação dessas gurias em querer se parecer comigo, será que é porque elas querem que seus atuais (ou ex's) sejam tão fascinados ou encantados como quando estiveram comigo (por elas) ?!

Gurias, vamos superar e passar pra próxima fase, sejam diferentes, sejam melhores (por favor)!!! Eu ainda não sei se fico feliz, lisonjeada ou chocada em ver essas pinta indo atrás de coisas que eu faço, incorporando hábitos iguais aos meus, quando não tentando praticamente ser eu (hein?!!).

Não muito recentemente, um ex me contou que a ex de um agora ex (hahahahaha ficou bizarro mais é isso aí mesmo) que é puro recalque (só pode) teve a capacidade de não só monitorar meus passos durante todo o tempo que estive com o dito cujo, com ir atrás de exatamente as mesmas práticas de luta que as minhas. E
u fiquei me perguntando quando soube: será que esse ser humano não tem vida não?! Porque eu (no caso) estava vivendo a minha.

Aí que o povo não perdoa né. Recebi uma foto esses dias de uma "fã" (só pode²). Aí companheiro que pensei "amiga fui eu que deixei ele, agora ele está com você,vá ser você!!! Vá ser feliz!!!! Aliás, se você soubesse o quanto esse "ser" me infernizou até me ver no ano passado, e as coisas que ele me disse, você não teria feito esse furico na língua". Vai entender!!!


Bueno, resolvi trazer a temática a tona porque vejo isso faz anos, e numa era onde você não precisa ser celebridade para ser influencer, eu só me questiono o quanto isso é saudável em um relacionamento. Porque você quer que o cara (ou a guria) esteja com você, ou com uma lembrança de alguém?!

Sim, eu sempre fui marcante na vida das pessoas (seja pro bem ou pra mal, nem sempre tudo são flores, paciência), mas sempre deixei minha marca,acredito que entrar na vida de alguém e não contribuir em nada não tem o menor fundamento, será por isso o tanto de versão pirata desta que vos escreve?! Você já pensou em deixar "a sua marca"?!

Fica minha dica - e olha que essa vai de graça, você nem vai precisar me stalkear hein - seja você, exalte suas qualidades e seu jeito único de ser, eu tenho certeza que você não é linda só por fora, deve ser linda por dentro também, e tem inúmeras qualidades, e deve ser cheia de defeitos (ele deve ter te contado todos os meus, nós também sabemos disso, não os repita). Se ele está com você já viu isso, e admira isso em você, as coisas maravilhosas, e as coisas não tão boas assim.

Então,vá ser feliz!!!
Porque eu continuo maravilhosa, ah esqueci, você já sabe disso!!!!

Aproveita e me segue nas Redes Sociais: @bmorenna